É uma casa portuguesa

A procura de casa tem andado na agenda à quase uma ano… Por defeito de profissão, felizmente ou não, sou exigente.
A escolha passa obviamente pela localização, tipologia, áreas, qualidade de materiais e estado do imóvel, nos que são usados.
Nesta “aventura” encontramos de tudo e claro a derradeira pergunta é… Imagino-nos a viver aqui?
Quase sempre a resposta é não. Naqueles que resposta é sim, o orçamento responde por nós e diz que não…
Um resumo daquilo que vemos? Salas que parecem quartos, quartos que parecem despensas, cozinhas que parecem sanitários e sanitários que… não se parecem com nada.
Janelas com vista para a janela do vizinho, a distância “higiênica” entre fachadas não é uma realidade. Áreas comuns saídas de um filme foleiro ou então saídas de uma grande produção tipo, “Pesadelo em Elm Street”!
Sinceramente? O que pretendemos é uma casa onde a nossa família possa entrar e lá permanecer sem que esta pareça estar lotada… Sim as famílias não lotam as casas, são o nosso sustento e conforto emocional, dai a casa ter de ter capacidade para as receber.
Quanto ao torná-la bonita e num lar? Deixem a decoração e a arquitetura comigo, com a Miss Modas eu deixo a parte mais difícil… Ser a Dona da casa, aturar-me, fazer de mim um homem melhor e se Deus quiser talvez um dia eu consiga ser… Digamos assim… O Homem da casa.

Anúncios

Dê-nos a sua opinião!

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s