Saldos, Soldes, Rebajas, Sales!

Esta é uma época frenética! Para quem trabalha no retalho sabe do que estou a falar, para quem trabalha no retalho online, como eu, então o que dizer!

Mas não é só a nível profissional. Nós também somos consumidores… E geralmente daqueles com “C” grande…

Para nós a chuva de newsletters da concorrência são uma dor de cabeça dupla: podem eventualmente roubar-nos vendas e por outro lado aliciam a nossa veia semi-adormecida de consumidoras ávidas!

Vêm repletas de produtos maravilhosos a preços incríveis, com cores que apelam ao reconhecimento das nossas marcas preferidas, tudo para nos desviarem do caminho sagrado da contenção, o chamado “apertar o cinto” ao qual nos convertemos por razões óbvias: ai a crise e a troika, o orçamento de estado e o tão debatido aumento do IVA. Além desta panóplia de motivos há um outro bastante considerado também que é o facto de estarmos nos meses que antecedem as férias… Há toda uma dicotomia saldos – férias que nos causa níveis de ansiedade e frustração elevadíssimos!
Claro que fazemos contas à vida e estamos a poupar para as tão desejadas férias, pelas quais andamos a suspirar desde que terminaram as do ano transacto!

Mas também todas nós queremos aquela peça da Massimo Dutti que andamos a namorar há meses e que sabemos que vai desaparecer rapidamente, já que todas as outras clientes, que como nós andam a adorar a bendita blusa, (top, saia, vestido, carteira, sandálias etc – sim porque na Massimo Dutti é tudo bonito), aguardam religiosamente o envio da newsletter para correrem para a loja (online ou física) e açambarcarem as peças must-have da estação com descontos espectaculares!

Ainda se fosse só a Massimo Dutti a nossa tentação… Há também a Salsa, a Lanidor, a Bimba & Lola, a Uterque, enfim, há um sem fim de marcas que no nosso dia a dia evitamos comprar porque são efectivamente mais caras, mas depois nos saldos ou não encontramos o nosso tamanho ou então, vemos muita coisa que gostávamos de ter mas que infelizmente não podemos comprar (tudo), e aí o desafio é seleccionar!

Façam como eu, estipulem um valor máximo, pensem no que vos faz mais falta e não vacilem! Depois de ultrapassar o patamar previamente definido é uma desgraça, acabamos sempre por gastar o dobro ou o triplo do que havíamos definido. Pensem nas férias maravilhosas com o vosso mais que tudo e questionem até que ponto vão precisar de tanta roupa lá!

Depois irei partilhar as minhas aquisições num outro post brevemente! E vocês já cederam a alguma tentação nestes saldos?

 

 

Anúncios

Dê-nos a sua opinião!

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s