Foxcatcher e Serena

Ultimamente eu e o Sir Modas andamos com um dedo podre para escolher os filmes nas sessões de domingo à noite.

Há duas semanas vimos Serena com a Jennifer Lawrence e o atual namorado da ex do Ronaldo. Perceberam?

Não me lembro do nome dele, ela é a Irina e ele é um dos atores do filme Ressaca, ou filmes… enfim o que eu não faço por vocês, fui confirmar e é o Bradley Cooper.

Adiante, o filme prometia: a história de um amor à primeira vista com tudo para triunfar. Mas eis que aquilo começa a descambar, até que descamba de tal maneira que no meio de mortes e feridos sobram poucos.

Serena

No domingo passado, foi a vez do Foxcatcher com o habitualmente actor de comédias Steve Carrel (num papel extraordinário), Mark Ruffalo e Channing Tatum. Estão os três brilhantes nos papéis que interpretam mas o filme é pesado. Ou melhor, os personagens são estranhos e o filme torna-se pesado por isso até que descamba também e tem um fim bastante improvável e pouco feliz.

foxcatcher

Atenção, não estou a dizer que não devem ver os filmes, porque acho que devem, são bons dramas. Só não aconselho é assistirem num domingo à noite. As segundas de manhã já são dramáticas o suficiente.

*Miss Modas*

Fitness para o… rosto?!

Quando já achamos que vimos tudo, surge algo do tipo desta inovação japonesa para nos fazer repensar as nossas prioridades… podem ver aqui.

A cereja no topo do bolo é o facto destes senhores japoneses, terem conseguido contratar o prodigio português Cristiano Ronaldo para ser a imagem do produto e gravar um comercial, imagino quanto não lhe pagaram para aceitar patrocinar algo tão… útil!

pao_banner

As aventuras de Paddington

Este sábado fomos ao cinema com a Piki Modas ver As aventuras de Paddington. Entre pipocas e ice tea demos umas belas gargalhadas porque o filme é de facto muito engraçado!

paddington bear

Muito resumidamente, trata-se da história de um urso orfào do Perú que, depois da sua única familiar viva se reformar num lar para ursos idosos, decide emigrar para Londres e é acolhido temporariamente por uma família com duas crianças. A chegada do urso revoluciona a casa da família Brown porque, apesar dele ser muito bem educado e ter um grande coração, é muito desastrado e não está nada habituado aos costumes dos humanos…

A teia adensa-se quando uma psicopata do museu de história que se dedica a embalsamar animais exóticos vivos, toma conhecimento da vinda do urso para Londres e inicia uma caça ao urso!

Se ainda não foram ver e querem passar uma bela tarde com os vossos rebentos, ou sobrinhos, ou primos,  não deixem de ver!

É que é mesmo giro, para miúdos e para graúdos!

Boa semana para todos!

*Miss Modas*

Luana Piovani

A actriz e modelo brasileira Luana Piovani meteu o pé na argola. Ou não. Ninguém vai saber ao certo.

Acontece que publicou na sua suposta conta do Twitter o seguinte: “O Brasil foi explorado tantos anos por Portugal e agora continuará a ser pela PT! Não é à toa que a sigla de Portugal é PT! Eu votei Aecio!”

Esta pérola deu aso a muita polémica nas redes sociais por esta associação infeliz e completamente despropositada do Partido Trabalhador brasileiro à sigla do nosso país e a actriz mereceu assim muitas comparações à colega de profissão Maitê Proença (que há uns tempos fez umas declarações infelizes após sua visita a Portugal), muitos criticas, muitos insultos…

Mas, eis que a Luana Piou fino (hahaha esta foi puxada a saca-rolhas) e veio desmentir na sua conta do facebook que tivesse feito semelhante afirmação…que nem sequer possuía conta no Twitter, vejam só!

Ora toda a gente sabe que a Luana não joga com o baralho todo, logo não admira nada que tenha feito o post e já não se lembre! E mesmo que tenha feito?

Who cares?!?!

Que interessa o que a menina tem para dizer do nosso país ou até do dela? Ou do que quer que seja…?!

IMG_5630.JPG

*Miss Modas*

Dia do pai

Não, não é 19 de Março. Esse é o dia para as campanhas comerciais. Refiro-me ao dia de aniversário da minha filha. 1 de Outubro, e é a ela que dedico o texto que se segue.

No momento em que soube que ia ser pai, o pensamento foi… “Quero ser o melhor pai do mundo!”

Hoje, cinco anos passados do nascimento da minha filha, desisti da ideia. Hoje, quero ser o pai da minha filha e dos meus futuros filhos, apenas e só, deixando o mundo para quem o quiser assumir.

Quando ainda não sabia o que é ser pai, alguém de forma muito resumida o descreveu como “…um aumento da nossa massa “extra-corporal”… E o que é isto de massa “extra-corporal”? Bom… é algo que apesar de não ter terminações nervosas directamente ligadas ao meu corpo, tem a capacidade de suscitar felicidade ou dor conforme as situações, boas ou más vivenciadas por essa dita massa “extra-corporal””.

Sim, quando vejo o sorriso ou oiço a gargalhada da minha filha, rio ou sorrio também.

Sim quando ela cai ou se depara com alguma contrariedade, que nestas idades o mais comum tem a ver com a fila de espera nos parques infantis, seja no escorrega ou no baloiço, também fico apreensivo, contudo deixo que seja a mesma a resolver o problema… Reparem a apreensão não se prende com o facto de algum menino ou menina não respeitar a ordem de uso do escorrega ou baloiço. Prende-se apenas na avaliação do comportamento e atitude da minha filha, o que será que ela vai fazer, como vai reagir.

Em tudo, desde o nascimento dela, que a tenho deixado fazer uso das suas capacidades, decisões e autonomia, sendo o meu papel de observador atento onde intervenho apenas quando assim tem que ser. Sem dramas!

Ser pai divorciado torna o papel ligeiramente diferente mas apenas na tua cabeça. Já ouvi de tudo… Desde deixar a componente de educador com regras e horários em tudo iguais às que tem quando está com a mãe ou nos momentos em que a tenho comigo, aproveitar para fazer coisas diferentes como se não houvesse amanhã… Isto para garantir que a minha filha goste mais de mim. Porém não o faço… Eu não sou o tio nem padrinho e muito menos o “entertainer” da minha filha. Sou o pai dela, em momento algum me demito das minhas obrigações enquanto pai, seja nos momentos de educador ou nos momentos de companheiro e cúmplice de brincadeira. Não me interpretem mal quando cito o tio ou o padrinho, até porque também sou padrinho, e porque o padrinho da minha filha é o meu irmão.

A minha filha terá em mim o educador que quando tiver de repreender a vai repreender e amigo quando a tiver de consolar e abraçar o vai fazer. Comigo terá as regras e amor em quantidade mais que suficientes para o seu normal e equilibrado, crescimento e desenvolvimento.

Se temo que a minha filha não goste de mim porque apenas estou com ela um jantar semanal e um fim-de-semana de duas em duas semanas? Ou porque a podem influenciar afirmando que deve gostar mais da mãe porque é o normal, depois dos avós que são velhinhos e só depois do pai? A minha resposta é não… O amor não se compra nem ensina. Ainda que agora a capacidade de avaliação da minha filha seja apenas instintiva, acredito e sei que na fase seguinte, eu tenho ainda mais factores que abonam em favor desse AMOR que os filhos sentem pelos pais…

Portanto se és pai divorciado ou não, segue uma pequena lista de dicas. Se as segues ou não, é contigo.

Pai não divorciado:

  • Respeitar a hora de ir para a cama;
  • Respeitar horários de refeição;
  • Respeitar regras de higiene;
  • Dar autonomia Q.B.;
  • Dar amor;
  • Mimo Q.B.;
  • Acompanhar as actividades escolares;
  • Acompanhar outras actividades;                                               .

Pai divorciado:

  • Respeitar a hora de ir para a cama;
  • Respeitar horários de refeição;
  • Respeitar regras de higiene;
  • Dar autonomia Q.B.;
  • Dar amor;
  • Mimo Q.B.;
  • Acompanhar as actividades escolares;
  • Acompanhar outras actividades;

Abraço,

*Sir Modas*

Feelings

Nunca sentiram, num determinado momento da vossa vida, que os astros e os chacras e tudo no mundo se alinha naturalmente para que determinado desejo, vontade ou sonho vosso se concretize?

É assim que me sinto nos dias que correm.

Sempre adorei ler, em miúda então era um vício. Comecei a ler muito cedo, aprendi rapidamente a juntar as sílabas para poder ler as historinhas infantis que a minha mãe me comprava mas nem sempre as conseguia ler.

Mais tarde, já mais crescidinha, as disciplinas preferidas eram as de letras. Na dúvida entre artes ou humanidades, optei por humanidades, pela facilidade em aprender línguas estrangeiras e pelo prazer pela leitura e a escrita.

As professoras de português contribuíram muito para essa tomada de decisão porque sempre incentivaram a minha veia de escritora. Até poesia escrevi no liceu. Lia livros em português, inglês e até em francês. Não por querer ser culta ou coisa que o valha, não, o motivo era meramente lúdico, dava-me prazer.

Daí até perceber que esse prazer estende-se à escrita, foi apenas uma questão de tempo e amadurecimento.

Gosto de escrever. Sei que não escrevo particularmente bem, não segui propriamente essa vertente profissional mas ainda assim, este ímpeto não desvanece, muito pelo contrário.

Daí o blog. Para o qual eu gostaria de ter mais tempo, para me dedicar a sério nos posts que faço. Dar o melhor de mim. Escrever sobre temas que vos possa interessar claro, mas como deve ser. Não a correr como acontece agora. Infelizmente, ou felizmente a minha vida que é bastante activa, não me permite dedicar a 100% (nem 30%) a este blog.

Como o Sir Modas é um artista, também ele alinhou e juntos fazemos esta dupla imbativel (na minha mais modesta e totalmente imparcial opinião) e vamos mantendo este bébé diariamente. Mas o blog serviu e continua a servir sobretudo, para me mostrar o que eu gosto verdadeiramente de fazer.

E cá entre nós: haverá melhor coisa na vida do que trabalharmos naquilo que amamos fazer?

É cada vez mais evidente para mim que, eventualmente o meu gosto pela escrita irá de alguma modo influenciar a minha carreira. Hoje, eu sei, no meu íntimo, que não hei-de morrer sem escrever e fazer disso profissão.

É um desejo, uma vontade, uma ambição, chamem-lhe o que quiserem, pouco importa. Eu sinto que tudo se alinha nesse sentido. E o nosso sexto sentido, aquilo que vem do nosso âmago, raramente se engana.

Fica o conselho minhas caras:

Alimentem os vossos sonhos e sejam felizes!

*Miss Modas*

Dream - Anthony Robbins

Feira da gastronomia de Vila do conde

É verdade, terminou a feira de artesanato e logo começou a da gastronomia!

Hoje eu e o Sir Modas fomos lá dar a nossa voltinha e acabamos por comer uns belos rojões à moda do Minho e uma vitela assada! Tudo comidinha leve ao bom modo português! Estava óptimo como não podia deixar de ser! 25€ foi quanto pagamos! 

Estão à espera do quê para dar cá um saltinho este fim de semana?

Tem de tudo para todos os gostos, desde o pão de ló de Ovar, à ginjinha de Óbidos… Não falta cá nada!

Deixem as dietas para os meses mais frios e toca a aproveitar o que há de melhor da nossa gastronomia!

Bom fim de semana para todos!

*Miss Modas*

Fim de semana